11 3729-1629 contato@nexussecurity.com.br WhatsApp: (11) 99955-0409

Speedrite vs JVA Brasil

Nesse post vamos analisar os dois melhores modelos de centrais de choque de cada empresa, pontuando os prós e contras de cada um. A Nexus Security teve a chance de instalar as duas soluções e ver o que cada um tem a oferecer.

Em primeiro, a Speedrite está no mercado brasileiro a mais tempo do que a JVA e até então não tinha concorrente a altura até a chegada da JVA!

Esqueça Aliara ou outra marca que faça menção a cerca industrial. Tais soluções não chegam a altura da Speedrite e JVA. Se você quer uma cerca de qualidade e durabilidade, essas duas são o que você procura.

A Speedrite é uma solução oriunda da Nova Zelândia com mais de 72 anos no mercado mundial. A principio ela foi desenvolvida para não deixar animais de grande porte fugirem. Seu criador era um fazendeiro que criava cavalos, búfalos e estava cansado da debandada dos animais. Por isso a solução Speedrite, 80% das instalações no mundo são rurais e é considerado pela maioria como uma solução rural. Depois com o passar dos anos, eles foram “adaptando” o seu produto para outras necessidades como proteção perimetral para condomínios, centro de logísticas, indústrias, empresas, etc.

Trecho da história:

The earliest practical electric fence unit was developed in 1936/1937 by New Zealand inventor William “Bill” Gallagher Snr. Built from a car’s ignition coil and a meccano set, Gallagher used the device to keep his horse from scratching itself against his car. Gallagher later started a company to improve and market his invention. Today the Gallagher Group of companies is still heavily involved in electric fencing for livestock control.

fonte: https://www.gallagher.com/about-us/the-gallagher-story

 

promocao cerca eletrica

A JVA é uma solução oriunda da Austrália com sede na Africa do Sul e agora no Brasil. A JVA nasceu para uma solução de segurança patrimonial contra invasões e para proteger perímetros. São centrais desenvolvidas do zero com esse objetivo e não um produto rural adaptado para segurança perimetral de condomínios, centros de logística, entre outros como da Speedrite. A tecnologia embarcada na JVA, chama a atenção pelas diversas opções que ela oferece para o cliente. Além da tecnologia embarcada, o suporte da fábrica e o preço competitivo, deixam os clientes e instaladores muito interessados nessa solução. Mas tudo isso realmente na prática acaba sendo superior a Speedrite?

Vamos ver a qualidade das duas centrais. No caso vamos comparar a central EMX da Speedrite e a Z28 da JVA.

Speedrite EMX:

central emx speedrite

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Prós

  • Potência: 4 Joules (centrais tradicionais que tem no mercado, possuem no máximo 0,7 Joules (choque de mata-mosca!));
  • Tensão: 10.000 Volts;
  • Energização: 40km;
  • Bateria: Suporta 24 horas sem energia local;
  • 5 anos de garantia (garantia não cobre casos de problemas naturais como descargas por raios);
  • Kit Para Raio.

Contras

  • Média de preço da Central: R$ 6.500,00 a R$ 7.500,00. MUITO CARO!!!!!
  • Não possui relê básico para interligar com uma central de alarme. É necessário fazer uma “gambiarra” com um relê 12V para conseguir interligar com uma central de alarme. Achamos isso um absurdo para um produto com um preço tão elevado!
  • Ganchos galvanizados com o tempo enferrujam;
  • Possui apenas uma zona para setorização;
  • A Speedrite não possui um software de gerenciamento para grandes projetos. Por exemplo, em um condomínio grande que possui 30 centrais de choque EMX, você não sabe se as centrais estão ligadas ou desligadas. É necessário ir em cada ponto fazer a verificação;
  • A EMX não possui interface TCP-IP.

 

JVA – Z28:

central z28 jva brasil

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Prós

  • Potência: 8 Joules – 4 Joules por zona
  • Tensão: 10.000 Volts;
  • Energização: 40km;
  • Bateria: Suporta 24 horas sem energia local;
  • 5 anos de garantia (garantia não cobre casos de problemas naturais como descargas por raios);
  • Uma central Z28 consegue fazer 2 setores. No caso da Speedrite para fazer 2 setores é necessário instalar 2 centrais EMX!
  • Interface TCP-IP.
  • Acessórios JVA para comunicação via Rádio. Para grandes condomínios, se tiver 30 centrais Z28, não tem necesidade de passagem de cabeamento. Toda comunicação é feita via rádio desenvolvido pela própria JVA;
  • Software de gerencimento JVA. Você consegue ligar e desligar todas as centrais com um único click do mouse. E ainda o software mostra todas as informações de cada central de choque. Avisa quando alguma delas está com queda na tensão por conta de algum galho ou objeto que caiu no arame, etc;
  • Fechadura de portão. Excelente para portões que abre e fecha deslizando para os lados;
  • Programação total da central pelo teclado, computador, tablet ou até mesmo via Bluetooth pelo celular;
  • Visor de led na central de choque indicando saída e retorno da tensão. Isso é muito bom para saber se tem alguma resistencia no meio do caminho;

Contras

  • Média de preço da Central: R$ 5.300,00 a R$ 6.400,00. VALOR ELEVADO

 

A JVA também é bem mais flexível do que a Speedrite no quesito acessórios. A Speedrite só vende a central se comprar todo o conjunto da marca deles (ganchos, grampos, isoladores, kit para raio, etc) E esses acessórios você consegue comprar pela metade do preço e com a mesma qualidade em outros lugares. Com isso o projeto final acaba ficando muito caro para o cliente.

Continua…..

Aos poucos vamos atualizando esse post com mais detalhes

Dúvidas, entre em contato conosco

contato@nexussecurity.com.br

instalacao kit cameras

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *